179 – A Orgia da Morte (1964)


The Masque of the Red Death


1964 / EUA , Reino Unido/ 89 min / Direção: Roger Corman / Roteiro: R. Wright Campbell, Charles Beaumont (baseado no conto de Edgard Allan Poe) / Produção: Roger Corman, George Willoughby (Produtor Associado) / Elenco: Vincent Price, Hazel Court, Jane Asher, David Weston, Nigel Green


Hoje meu blog completa seu primeiro ano de vida!!! Parece que foi ontem que eu resolvi pegar emprestada a ideia do livro 101 Horror Movies e fazer minha própria lista pessoal dos filmes de terror que precisam ser vistos antes de morrer. A lista acabou, mas o blog continuou agora na minha peregrinação para postar a minha lista dos 1001 filmes de terror para você, ó nobre leitor, que me motiva a escrever e postar praticamente todo santo dia. Só tenho milhões de agradecimentos a fazer a você que está aqui lendo este post agora, ou àqueles que entraram nem que seja uma única vez aqui neste diário eletrônico que nada mais é que meu exercício ininterrupto sobre uma das minhas grandes paixões: o cinema de horror.

E nessa data especial, calhou de ser um repost, devidamente atualizado, de um dos filmes que estava lá naquela lista dos 101: A Orgia da Morte. Mais uma vez, não deixe-se enganar pelo esdrúxulo título que o filme ganhou no Brasil, pois ele é nada mais nada menos que o melhor trabalho da dupla Roger Corman e Vincent Price adaptando um conto de Edgar Allan Poe, A Máscara da Morte Escarlate (que deveria ser o nome do filme aqui também no Brasil, mas vai explicar isso para o departamento comercial das distribuidoras, e olha que posso falar com conhecimento de causa, pois já trabalhei em uma).

Corman é conhecido como “O Rei dos Filmes B”, graças a sua imensa capacidade de produzir e dirigir fitas com um orçamento irrisório e tempo curtíssimo. Além de ser um dos maiores descobridor de talentos de Hollywood de todos os tempos, pois foi o cara que deu os primeiros trabalhos para gente como Jack Nicholson, Francis Ford Copolla, James Cameron e Joe Dante, entre outros. Todos sabemos que a Academia é um bando de gente coxinha, mas finalmente em 2010, Corman foi devidamente reconhecido pela sua extensa contribuição para a sétima arte, principalmente aos filmes de terror e sci-fi, e ganhou um Oscar® pelo conjunto da obra.

E nessa extensa filmografia, foi o cineasta que melhor conseguiu transportar os contos de Poe para às telas. Tudo começou em 1960, quando filmou O Solar Maldito, para a American International Pictures (adaptação de A Queda da Casa de Usher) já com o lendário Vincent Price no elenco. Antes de A Orgia da Morte, já tinha em sua filmografia A Mansão do Terror, Muralhas do Pavor e O Corvo, todas baseadas nas obras do escritor americano.

De Próspero, esse príncipe ruim à beça não tem nada!

E A Orgia da Morte é o ápice da trindade Corman / Price / Poe. O filme é sensacional e Price está excepcional, interpretando um dos papeis mais marcantes da sua carreira, como o Príncipe Próspero, que no Século XIII, na Itália medieval, tocava o terror como um suserano extremamente cruel, maligno, perverso, iconoclasta e mesquinho, tratando como animais todos os camponeses do vilarejo, que ainda por cima é assolado pela Morte Escarlate, uma peste que vinha dizimando a população na época.

Em uma de suas incursões ao vilarejo, rapta uma bela garota chamada Francesca (Jane Asher, ex-Sra. McCartney), e toma como cativos seu amado e seu pai, levando todos até seu castelo, um antro de bizarrices, bajulações, luxúria, depravação e cultos satânicos, como o qual o próprio Próspero faz parte, ao designar-se como um servo de satã. Todos que estão lá dentro estarão isolados por suas muralhas e protegidos da peste. Para celebrar e inflar ainda mais seu ego, Próspero decide dar um suntuoso baile de máscaras, quando a morte resolve aparecer de penetra e prestar contas, na incrível sequência final do filme.

A produção toda é um desbunde, parando para pensar nos padrões Corman de fazer de 4 a 5 filmes por ano. Price engole todo o elenco, com um papel forte, transpirando maldade e arrogância, em sua encenação teatral. A fotografia do filme (brilhantemente executada por Nicholas Roeg) é também um show a parte, com seu contraponto entre ambientes sombrios e cenários coloridos e extravagantes, e muitas vezes parece que você está assistindo a uma belíssima pintura em movimento, seja em cenas como do próprio baile, ou nas aparições da morte sentada na penumbra da floresta, com seu manto vermelho.

Não deixe de assistir a esse filme, e também a ler qualquer coisa que Poe já tenha escrito. E mais uma vez, muitíssimo obrigado por esse um ano intenso de 101 Horror Movies. Feliz aniversário para nós!!!!

Não, aqui não é Price depois de uma temporada de verão em Ubatuba.



Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

17 Comentários

  1. […] Edgar Allan Poe, A Máscara da Morte Escarlate, que mais tarde também seria adaptado ao cinema em A Orgia da Morte, durante a proeminente parceria entre o diretor Roger Corman e o ator Vincent Price. “Vocês […]

  2. Rogerio disse:

    Olá amigos! Excelente blog, achei muitos filmes bacanas que eu queria, infelizmente alguns links de filmes mais antigos estão inválidos! Fica o aviso, se puderam consertar seria muito bom! 1 abraço!

    • Muito obrigado pelo elogio Rogerio.

      Poxa, que bom que você avisou. Vou verificar estes links que já estão inválidos para atualizá-los. Se tiver algum específico que vc procurou e o link estava quebrado, só me dizer por aqui.

      Grande abraço.

      Marcos

  3. sergiolucindo disse:

    Prezado Amigo:
    1) Há alguns dias postei um comentário aqui sobre a dificuldade que tenho em baixar legendas principalmente quendo não estão no formato .srt. O problema continua e não consegui baixar as legendas de The Deadly Mantis(que estão em .sub). O que pode ser?

    2) Existem vários filmes que não estão mais disponíveis no blog e que muito me interessam. Podem re upá-los?: A Casa de Frankenstein, O Fantasma da Múmia, Ódio que Mata, A Vingança do Homem Invisível, A Casa de Drácula, No Silêncio das Trevas, O Túmulo Vazio, A Maldição da Múmia e Cadáver Atômico. Grande abraço.

    • Oi Sérgio. Vamos lá com suas dúvidas:

      1) Qual player você usa para assistir ao filme? Pode ser que ele não suporte as extensões .sub. Você usa o VLC? É um player ótimo que lê diretamente todo tipo de legenda que tenha o mesmo nome do arquivo do filme. Dá para baixar aqui: http://www.videolan.org/vlc/. Tente e depois me conte se deu certo!

      2) Vou reupar esses arquivos sim, com certeza. Não sabia que eles tinham expirado. Até amanhã final da noite já subo todos eles novamente. Obrigado mesmo por avisar, para manter o blog atualizado para os downloads! 😉

      Grande abraço.

      Marcos

  4. […] Edgar Allan Poe, A Máscara da Morte Escarlate, que mais tarde também seria adaptado ao cinema em A Orgia da Morte, durante a proeminente parceria entre o diretor Roger Corman e o ator Vincent […]

  5. […] foram responsáveis por A Mansão do Terror, Muralhas do Pavor, O Castelo Assombrado, O Corvo, A Orgia da Morte e O Túmulo Sinistro. Aqui nessa primeira incursão, além da mais uma vez extraordinária atuação […]

  6. Helayne Bras disse:

    Muito obrigada por compartilhar esse diamante cinematográfico!!!

  7. evandro disse:

    Um dos meus filmes prediletos, terror gótico de primeira, dois contos distintos de Poe, “A Máscara da Morte Escarlate” e “Hop-Frog”, só mesmo o mestre Corman para uni-los em uma perola….

  8. LéoJéo disse:

    Oi, muito tri o blog, parabéns.
    Contribuindo com uma curiosidade: no conto a Morte Escarlate é uma metáfora à tuberculose (que havia matado uma das esposas de Poe). Acredito que no filme seja o mesmo, tanto que, na minha interpretação, ao fim, aparecem outras mortes pelo caminho, a Peste Negra, Febre Amarela, etc…

  9. Eduardo disse:

    Clássico Terror Total … mais um acerto da dupla Price com Corman na direção… Perfect … recomendo assistir em HD … Abç !!!
    Não adianta comentar … ira tirar a graça assista !!

  10. Não tem link pra download desse filme? 🙁

  11. Francisco disse:

    Um clássico incrível. SPOILER:A cena do delírio que precede a morte da personagem da Hazel Court é apavorante,um autêntico pesadelo,macabra ao extremo. Parabéns pelo blog,um verdadeiro achado!

  12. Renato disse:

    boa tarde, nao encontro o link do a orgia da morte…

  13. Renato disse:

    oi boa trade, nao encontro o link dos filmes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: