413 – A Morte Convida para Dançar (1980)

prom_night_poster_01

Prom Night

1980 / EUA / 89 min / Direção: Paul Lynch / Roteiro: William Gray, Robert Guza Jr. (história) / Produção: Peter Simpson, Richard Simpson (Produtor Associado) / Elenco: Jamie Lee Curtis, Leslie Nielsen, Casey Stevens, Anne-Marie Martin, Antoniette Bower

    

Acredito que Jamie Lee Curtis deve morrer de vergonha ao assistir novamente A Morte Convida para Dançar. Se eu assistindo já senti uma baita vergonha alheia, imagine ela, principalmente nas cenas de dança? Esse clássico do cinema slasher dos anos 80 pode ser definido como Halloween – A Noite do Terror encontra Carrie – A Estranha e encontra Os Embalos de Sábado à Noite.

Sim, é isso mesmo que você acabou de ler. A Morte Convida para Dançar tem uma trama que envolve um assassino serial que fica espreitando e utiliza as regras básicas dos filmes slasher (que começaram com Halloween), se passa em um baile de formatura transformado em uma verdadeira discoteca (cujo tema do baile é Disco Madness), e tem até uma sequência inteira de dança com os dois protagonistas (Jamie Lee Curtis inclusa), que poderia muito bem competir com o casal Tony Manero e Stephanie. É simplesmente ridículo!

Bom, no enredo, a eterna Scream Queen Jamie Lee Curtis interpreta Kim, uma adolescente prestes a ser rainha do baile de formatura do colegial (ela nasceu em 1958, então faça as contas: tinha 22 anos fazendo o papel de uma garota de 17. Quer enganar quem?). Porém sua família sofreu uma tragédia irreparável no passado, quando sua irmã mais nova foi morta por acidente, ao cair de uma janela de um colégio abandonado, perseguida por um grupo de crianças que faziam uma brincadeira nada saudável. Após o acontecido, todos os pivetes juraram não contar aquilo para ninguém, para não terem suas vidas arruinadas desde cedo.

Passam-se anos e todos são amigos agora no colégio. Kim até namora Nick, um dos responsáveis pelo acidente com a irmã. E na noite da formatura, os envolvidos começam a receber um estranho telefonema de um suspeito misterioso, que vem planejando vingança. O roteiro faz nos pensar que o assassino é um maníaco sexual que foi falsamente acusado do crime original, perseguido pela polícia, desfigurado em um acidente de carro e hospitalizado por todo esse tempo. E claro que na noite do baile ele escapou.

Fuja se for capaz

Fuja se for capaz

Após a morte acidental no começo do filme, ficamos até os 30 minutos finais sem ver nenhuma vítima ser assassinada. Isso é um ultraje em um filme slasher. Nesse ínterim, somos brindados com diálogos ridículos, atores canastríssimos com atuações bisonhas (coloque nessa conta a própria Jamie Lee Curtis, Leslie Nielsen no papel de seu pai e diretor do colégio e David Mucci que interpreta o personagem Lou, uma espécie de bad boy feioso que tenta imitar John Travolta em Carrie – A Estranha). Fora as intermináveis cenas do baile, com a disco music rolando solta e os formandos dançando com seus ternos, calças boca de sino e sapatos plataforma. Sério, é patético!

O final nos reserva as cenas de morte executadas por um psicopata usando uma máscara de esqui, que não são lá grandes coisas, perto do que já vimos até então aqui no blog. E a perseguição do assassino às suas vítimas lembra aquelas perseguições de Os Trapalhões, até finalmente ser revelada a sua verdadeira identidade e sua real motivação.

O filme não se sustenta e é um verdadeiro escracho. E nem é pela participação do comediante Leslie Nielsen, famoso pela trilogia Corra que a Polícia Vem Aí. É perfeito para você dar boas risadas. Talvez por isso tenha se tornado cult. É um daqueles filmes que de tão ruim, ficam engraçados e garante momentos divertidos ao assistir com os amigos. Mas mortes violentas, sangue abundante e mulher pelada que é bom, necas.

A Morte Convida para Dançar ainda deu origem a uma franquia que mudou completamente o escopo do filme. Sua sequência, que no Brasil ganhou o título de Vestida Para Vingança (que fez até relativo sucesso por aqui ao ser exibido na Rede Globo) conta com um ar sobrenatural, e a história da rainha do baile Mary Lou Maloney, assassinada pelo seu namorado rebelde na noite da formatura em 1957, e que retorna 30 anos depois como uma lenda urbana do colégio em busca de vingança. Essa brincadeira ainda rendeu outras duas continuações, agora batizada aqui de Baile de Formatura (confuso, né?) e uma refilmagem sofrível em 2008.

Shhhhhhh....

Shhhhhhh….

Serviço de utilidade pública:

Compre o DVD de A Morte Convida para Dançar aqui.

Download: Torrent + legenda aqui.


Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

0 Comentários

  1. Gerúndio disse:

    Marcante pela participação do Leslie Nielsen. Sempre automaticamente hilário.

  2. […] que a garotada se amarrava. Fora que a maquiagem de Cropsy (que é interpretado por Lou David, de A Morte Convida para Dançar) com seu rosto queimado e putrefato é realmente repugnante. Mais um ponto para […]

  3. […] que a garotada se amarrava. Fora que a maquiagem de Cropsy (que é interpretado por Lou David, de A Morte Convida para Dançar) com seu rosto queimado e putrefato é realmente repugnante. Mais um ponto para […]

  4. […] Lee Curtis, principalmente se compararmos ao próprio Halloween – A Noite do Terror ou mesmo A Morte Convida Para Dançar. E Myers, diferente do retardado violento Jason Voohrees e do afobado e fanfarrão Freddy Kruger, […]

  5. […] do filme slasher vergonha alheia A Morte Convida Para Dançar, com a Scream Queen, Jamie Lee Curtis, lançado em 1980? Esqueça! Vestida para a Vingança é uma […]

  6. […] de verdade. Na cena da festa, por exemplo, Randy leva para todos os amigos assistirem Halloween e A Morte Convida Para Dançar, ambos com a scream queen Jamie Lee Curtis. A homenagem definitiva à rainha dos slashers. E o […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: