43 – A Mão da Múmia (1940)


The Mummy’s Hand


1940 / P&B / EUA / 67 min / Direção: Christy Cabanne / Roteiro: Griffin Jay, Maxwell Shane / Produção: Ben Pivar / Elenco: Dick Foran, Peggy Moran, Wallace Ford, Eduardo Cianelli, George Zucco, Tom Tyler


 

Oito anos depois do lançamento de A Múmia, a Universal, que continuava insistindo nas sequências dos filmes de seus monstros, resolve trazer o sacerdote egípcio enfaixado novamente às telas em A Mão da Múmia.

Sem o charme do original, sem Karloff no elenco, sem o interesse pela tal maldição da múmia que rondava os jornais em 1932 e principalmente, com a visível decadência e queda de público dos filmes de terror, se comparados a Era de Ouro dos filmes da Universal, A Mão da Múmia se mostra um verdadeiro erro. Talvez a única vantagem que tenha com relação ao seu predecessor, é que aqui realmente o monstro aparece em carne decomposta, osso e ataduras, saindo pelo Egito à fora estrangulando pessoas, ao contrário de apenas um vislumbre, como ocorre logo no comecinho do filme com Karloff.

A velha história aqui se repete. A princesa Ananka, filha de um faraó figurão tem um caso com o sacerdote Kharis. Quanto a garota morre no limiar da sua juventude e beleza, Kharis tenta usar um encantamento profano para ressuscitá-la, e acaba sendo pego com a boca na botija, mumificado e enterrado vivo. Três mil anos depois, ele volta à vida através de uma espécie de poção mágica feita com nove folhas de uma planta, preparada por um sacerdote que quer impedir um grupo em expedição, chefiado pelo arqueólogo Steve Banning e seu braço direito, Babe Jenson (uma espécie de clone do Joe Pesci), de encontrar o verdadeiro túmulo onde Ananka está enterrada.

Olhe só como ele dorme o sono dos justos!

E segue muito climinha de aventura, e umas palhaçadas feitas pelo clone do Joe Pesci junto com o Grande Solvani, um mágico que eles encontram em um bar no Cairo, que vai dar seus últimos trocados para financiar a expedição e ir junto com eles, em troca de uma porcentagem da fortuna encontrada. Sabe, completamente desnecessário. E aí os dois ficam praticando truques da mágica, enquanto a filha do mágico, mais esperta, vai dar em cima de Banning. Chegou até a lembrar um pouco o clima pastelão da refilmagem de A Múmia e a sinergia entre os personagens de Brendan Fraser, Rachel Weisz e John Hannah. Enfim…

O que realmente é interessante em A Mão da Múmia é a criatura em si. Claro, obra do mestre Jack Pierce, mesmo que não creditado. Porque sei lá, é meio frustrante no filme original você não ver o monstro, apenas Karloff em sua forma humana de sacerdote. Aqui pelo menos em seus passos lentos, arrastando ataduras pelo chão, a múmia de Kharis é vista em close, mata seus oponentes sem dó nem piedade com sua força descomunal e até rapta a mocinha para um sacrifício final. É a banalização do monstro que a gente tanto gosta.

A Mão da Múmia vale como registro histórico para acompanhar todos os filmes de monstro que a Universal produziu até meados dos anos 50. E mais nada.

Quase um Karloff



Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

0 Comentários

  1. […] e aqui se enrola nas ataduras e interpreta Kharis (que também já foi vivido por Tom Tyler em A Mão da Múmia), a múmia que outrora foi um sacerdote apaixonado pela princesa Ananka. Vale sempre lembrar que a […]

  2. […] isso. Praticamente a mesma trama de A Tumba da Múmia, misturada com A Mão da Múmia e com toques de A Múmia. Ainda há tempo no roteiro para Amina Mansouri, uma garota egípcia que […]

  3. […] e diretores da Universal. Porque, pelo amor, são muitos furos grotescos de continuidade. Saca só: A Mão da Múmia se passa em 1940. A Tumba da Múmia se passa 30 anos depois (segundo o próprio filme), então em […]

  4. […] Ankh-es-en-amon. A segunda é a aquela que veio dar norte a todas à franquia, que teve início com A Mão da Múmia, de 1940. Nela, um grupo de arqueólogos no Egito encontram o túmulo perdido da princesa Ananka, […]

  5. Sérgio disse:

    Qual é o nome do ator que interpreta esta múmia?

  6. […] 4) A Mão da Múmia (1940) […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *