431 – Histórias de Fantasmas (1981)

ghost_story_poster_01

Ghost Story

1981 / EUA / 110 min / Direção: John Irvin / Roteiro: Lawrence D. Cohen (baseado no livro de Peter Straub) / Produção: Douglas Green e Burt Weissbourd, Ronald G. Smith (Produtor Associado) / Elenco: Fred Astaire, Melvyn Douglas, Douglas Fairbanks Jr., John Houseman /Craig Wasson / Alice Krige

 

Histórias de Fantasmas, baseado no livro Os Mortos-Vivos de Peter Straub, é uma clássica… história de fantasmas! Como todo aquele aparato gótico sobrenatural à moda antiga, o longa dirigido por John Irvin é um belo e atmosférico filme de terror.

Adaptado das páginas por Lawrence D. Cohen, conhecedor do universo de Stephen King (adaptou Carrie – A Estranha, o original e o remake, It – Uma Obra Prima do Medo e Tommynocker/Os Estranhos do autor) e com um elenco excepcional formado por quatro grandes atores de Hollywood, Fred Astaire, Melvyn Douglas, Douglas Fairbanks Jr, e John Houseman (sendo o último trabalho dos três primeiros), Histórias de Fantasmas prega pelo simples, dando ênfase a uma trama macabra, com efeitos especiais assustadores na medida, prendendo o espectador por conta de seu clima muito bem construído.

Quatro distintos cavalheiros formam a Chowder Society, um grupo de senhores que se reúnem a cada lua cheia para contar histórias de terror entre uma dose e outra de brandy e finos charutos Havana. Ricky Hawthorne (Fred Astaire), Dr. John Jaffrey (Melvyn Douglas), Edward Charles Wanderley (Douglas Fairbanks Jr.) e Sears James (John Houseman) são proeminentes cidadãos da pacata e fria cidade de Milburn, com um passado a esconder, que começa a vir a tona com a súbita morte do filho de Edward, David (Craig Wasson).

A sociedade dos atores mortos

A sociedade dos atores mortos

O empresário bem sucedido cai da janela de sua cobertura ao se assustar com um cadáver que deita gélido na cama no lugar de sua futura esposa. Isso faz com que seu irmão gêmeo, Don (também interpretado por Wasson), volte para sua cidade natal em buscas de respostas, cogitando que o irmão fora assassinado, já que não havia motivo aparente para um suicídio.

Aos poucos, o destino dos senhores da Chowder Society também serão o mesmo de David. Seu pai é o próximo, ao cair de uma ponte após avistar a mesma e assustadora forma cadavérica. Então Don acaba por descobrir uma antiga fotografia e começa a questionar os outros três senhores, lembrando-se de uma verdadeira história de terror que viveu, que servirá para “comprar” sua entrada na sociedade exclusiva:

Enquanto Don começava sua carreira de professor, ele conhece Alma Mobley (Alice Krige), uma enigmática e sexy mulher, pelo qual se apaixona, sem levar muito em consideração seu passado vago, seu papo estranho, sua pele fria e seu comportamento assustador. Tá, tudo bem que ela parecia ser boa de cama pra cacete, mas vamos lá que nota-se nitidamente que há algo de sinistro na moça. É só você passar por algo como a sensacional cena da banheira, que seria o suficiente para se desconfiar, e muito. Com o passar do tempo e uma insistência maquiavélica para que ele a leve para sua cidade natal, Don acaba desistindo do casamento. Não tarda para que ela conheça seu irmão gêmeo e leve-o para a morte.

Cuidado, fantasma à frente

Cuidado, fantasma à frente

Na verdade, descobre-se que Alma Mobley era Eva Galli, uma mulher que fez parte da vida dos quatro senhores em sua juventude, e eles guardam um terrível segredo sobre a mesma, já que o fantasma da garota está em busca de vingança. Claro, que passados mais de trinta anos e com uma fórmula repetida à exaustão no cinema de terror, já sabemos logo de cara o que aconteceu com Eva/Alma, qual foi a maquinação do grupo e o que precisa ser feito para que o espírito pare de assombrá-los.

Mas pensando que estamos no começo dos anos 80 e o livro de Peter Straub é um dos grandes do gênero, Histórias de Fantasmas não deixa de surpreender, principalmente nas assustadoras cenas onde o fantasma da história dá as caras, graças a ótimos efeitos de maquiagem de Rick Baker, aquele mesmo ganhador do Oscar® por Um Lobisomem Americano em Londres, lançado no mesmo ano. As aparições da alma penada com sua forma putrefata e a cena em que a Eva/Alma desce as escadas de sua antiga casa vestida de noiva são de gelar a espinha. E ponto para sua atuação soturna, capaz de assustar com um simples olhar ou uma fala mansa. Isso sem contar o show de interpretação dos veteranos

Apesar do final frustrante (muito pelo fato de já sabermos o que vai acontecer por aqueles motivos que descrevi acima), Histórias de Fantasmas, é com o perdão do trocadilho, um senhor filme de terror.  Para nenhum fã do gênero botar defeito, para saudosistas que assistiram nas madrugadas da Globo ou alugaram o VHS da CIC Vídeo, e para aqueles que gostam de reunir os bons e velhos amigos para contar uma assustadora história de fantasma.

Quantas curtidas essa lindeza merece?

Quantas curtidas essa lindeza merece?

Serviço de utilidade pública:

Compre o DVD de Histórias de Fantasmas aqui.

Download: Torrent + legenda aqui.


Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

0 Comentários

  1. Filmaço! Assisti quando bem criança e me gerou duas fixações: histórias de fantasmas e Alice Krige. Que saudade desse filme, obrigado pela postagem. 8)

  2. Guilherme disse:

    E aí, Marcos, tudo bem com você? Andei meio sumido mas estou de volta. O meu download não sai do zero, teria como você dar uma checada no upload fazendo favor? Eu já assisti a esse filme em VHS quando adolescente mas hoje me lembro muito pouco dele, fora o fato de que gostei muito dele na época, e devido principalmente a esse sabor de filme de horror antigo que ele tem; como você já deve ter percebido em outros comentários meus, sou muito mais fã do terror implícito e sugerido do que o explícito, a exemplo dos filmes do assaz talentoso cineasta americano Jacques Tourneur, que nos legou obras-primas como “Sangue de Pantera” (1942) e “A Morta-Viva” (1943). O elenco de “Histórias de Fantasmas” também traz grandes astros veteranos do cinema clássico de Hollywood, como Fred Astaire, Melvyn Douglas e Douglas Fairbanks Jr.; isso por si só já faz desse filme no mínimo curioso de se assistir para quem gosta do cinema clássico de Hollywood, assim como eu. Bom, vê aí então se você dá uma checada no upload pra gente, talvez o problema não seja só no meu computador.

    Muito obrigado!

    Guilherme

  3. Paulão Geovanão disse:

    Já alterei e coloquei aqui o link!

    Valeu, Paulão.

    Abs

    Marcos

  4. Vinicius disse:

    Esse filme me borrou de medo nos meus dez anos (quando consegui ver só os primeiros vinte minutos num corujão perdido da vida), e me apaixonou pela Alice Krige e seus atributos nos meus 16, hehehe!! Valeu pela postagem!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: