508 – Demons 2 – Eles Voltaram (1986)

demons2poster

Dèmoni 2… L’incubo ritorna / Demons 2: The Nightmare is Back

1986 / Itália / 88  min / Direção: Lamberto Bava / Roteiro: Dario Argento, Lamberto Bava, Franco Ferrini, Dardano Sacchetti / Produção: Dario Argento, Ferdinando Caputo (Produtor Executivo) / Elenco: David Knight, Nancy Brilli, Coralina Cataldi-Tassoni, Bobby Rhodes, Asia Argento, Virginia Bryant

Quando uma trasheira só não basta, eis que Lamberto Bava (Mario Bava fazendo facepalm neste momento) e Dario Argento unem forças novamente para trazer ao mundo uma nova infestação demoníaca em Demons 2 – Eles Voltaram.

Um ano depois do clássico mor da podreira italiana Demos – Filhos das Trevas ser lançado, eis que querendo faturar mais algumas liras e desfilar mais um bando de situações que vão do nojo splatter ao riso compulsivo, os envolvidos às pressas resolvem fazer quase que uma cópia em carbono do sucesso original. Até alguns atores foram reaproveitados como o vigia que fora o bad boy que cheirava cocaína na lata de Coca-Cola e o negão badass que de cafetão, virou instrutor de uma academia de ginástica.

Como no cinema italiano, nada se cria, tudo se copia, até a metalinguagem foi mantida nesta continuação. Enquanto no primeiro, a treta ocorreu em um cinema, desta vez, o local é um luxuoso prédio de apartamentos de segurança máxima, onde todos, eu disse TODOS os moradores estão antenados assistindo ao Cine Trash de lá, onde um filme sobre demônios que devastaram a civilização está sendo exibido (em uma citação muito das mal explicadas ao Demons original).

Em um dos apês, a gatinha Sally (Coralina Cataldi-Tassoni) está comemorando seu aniversário, galerinha yuppie dançando ao som de Smiths, quando em determinado momento fatídico do filme, um dos demônios, ao melhor estilo Sadako, sai da tela de tevê e possui a garota, que como manda o figurino irá enfeiar pra danar, em uma cena de maquiagem exageradíssima e nojenta (diga-se de passagem, que no quesito maquiagem o filme é superior ao primeiro, com a volta mais uma vez de Sergio Stivaletti), e começar a atacar os seus convidados.

Teje morto, demônio!

Teje morto, demônio!

Acontece que sabe-se lá porque diabos o sangue dos demônios é ácido, como de Alien e vai atravessando os andares até causar uma pane no sistema de segurança e todo mundo ficar trancafiado lá dentro, correndo por suas vidas, sendo atacados pela horda de demônios que vai crescendo, afinal a demonice é contagiosa. Nesse ínterim, o herói do filme e candidato a Ash da vez, George (David Knight) está preso no elevador durante o acontecido e precisa salvar sua esposa grávida que ficou no apartamento, Hannah (Nancy Brilli).

Tirando a confusão generalizada que os demônios aprontam e vários núcleos de sobreviventes totalmente patetas (como os marombados da academia), os furos do tamanho de buracos negros no roteiro, sem nenhuma explicação lógica (afinal, se estava TODO o prédio assistindo ao filme, porque apenas aquele único demônio exclusivo conseguiu sair da TV?) o que mais joga contra Demons 2 – Eles Voltaram, mais uma vez são cenas completamente ridículas que não há nada a se fazer senão mijar nas calças de dar risada.

Entre elas, gostaria de salientar três momentos marcantes: o primeiro é quando um cachorro, sim um cachorro, entra em contato com aquele sangue corrosivo que desceu pelos andares, e é o suficiente para ele se tornar um demônio canino e a cena que se segue é puramente ridícula. O segundo é que além de animais, crianças viram demônios também. Quer dizer, não é bem assim. Quando um dos garotinhos chorões perdido no prédio torna-se um possesso, não é que Lamberto e trupe colocaram um ANÃO para fazer o papel do cramunhão atacando a pobre garota grávida? E para completar, o terceiro momento e o mais “eu não acredito no que estou vendo” de todos é quando um demônio sai do corpo do tal anão. Tá, lembre que a mesma cena já acontecera no primeiro filme e foi ruim de doer. Neste segundo, dado a devido proporção do receptáculo humano é um demônio pequenino, quase um troll, que sai causando por ali. Tipo pense na maquiagem mais infantil e tosca de demônio? É a do pequeno ser das trevas.

Capeta em forma de guri!!!

Capeta em forma de guri!!!

Tudo isso sem contar algumas cenas completamente desnecessárias dos acontecidos do lado de fora do prédio. Enquanto no original vemos os punks rodando até o cinema e depois entrando no recinto e até ajudando para que um dos demônios escapasse e começasse a contaminar todo o resto do mundo, aqui vemos um grupo de folgados também andando de carro, ultrapassando todos os limites de velocidade, apenas para provocar um acidente na frente do prédio, chegar uma ambulância em tempo relâmpago e nada mais. Fica por isso mesmo.

Como falei lá em cima, Demons 2 – Eles Voltaram foi feito às pressas, e juntando praticamente a mesma equipe do primeiro filme, incluindo aí quatro pessoas para escrever um roteiro: Argento, Bava, Franco Ferrini e Dardano Sacchetti. Por isso mesmo, até sem tempo hábil para desenvolver uma história que prestasse (o que duvido sinceramente que aconteceria) tudo que pode ser reaproveitado e adaptado do primeiro filme foi feito. Claudio Simonetti não volta para a trilha sonora, tendo em seu lugar Simon Boswell, e o heavy metal farofa foi substituído por canções do The Smiths, The Cult, Art of Noise e Peter Murphy (mais anos 80, impossível)

Bom, se você der play achando que verá uma continuação de Demons – Filhos das Trevas, esqueça. Aquele final em aberto do primeiro, com uma hecatombe demoníaca já começando a se espalhar pelo mundo fica por ali, acabou, tchau e benção. Demons 2 – Eles Voltaram é completamente diferente. Agora minha opinião é que seria um filme pelo menos mais aceitável e nem tão ruim assim se eles tivessem usado a história escrita para o filme exibido na televisão, no qual um grupo de pessoas invade uma cidadela proibida cercada por altos muros onde os demônios mortos estão confinados, como a trama do longa. Mas a italianada nem para isso prestou.

Sorriso colgate

Sorriso colgate

Assista ao episódio do videocast do 101 Horror Movies comentando Demons 2 – Eles Voltaram:

Serviço de utilidade pública:

O DVD de Demons 2 – Eles Voltaram está atualmente fora de catálogo.

Download: torrent + legenda aqui.


Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

6 Comentários

  1. […] sabemos que Demons – Filhos das Trevas e Demons 2 – Eles Voltaram foram hits nas locadoras e aterrorizaram a infância da pivetada dos anos 80 (eu incluso). […]

  2. […] vez na vida. O pior de tudo é que o filme fez tanto sucesso que ainda ganhou mais uma sequência: Demons 2 – Eles Voltaram, também dirigida por Lamberto e ainda uma outra “continuação não-oficial”, chamada de […]

  3. […] Leia a minha resenha sobre Demons 2 – Eles Voltaram aqui. […]

  4. […] Demons, tanto que tem dedo do próprio Lamberto Bava (diretor de Demons – Filhos das Trevas e Demons 2 – Eles Voltaram) e Dardano Sacchetti no roteiro, mas Soavi conseguiu convencer a Argento em fazer um filme […]

  5. […] filmes de terror italianos, Lino Salemme, famoso por seus papeis em Demons – Filhos das Trevas e Demons 2 – Eles Voltaram); as freiras possessas vomitando uma tinta amarela; e por último, mas não menos importante, […]

  6. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK REVENDO HOJE ESSA PÉROLA NEGRA BIZONHA, EU ME PEGUEI PENSANDO: – PUT…COMO MEUS AMIGOS E EU NOS CA-GÁ-VA-MOS DE HORROR DESSA TOSQUERA TODA? AUSÊNCIA TOTAL DE CRITÉRIOS, OQ FRANCAMENTE ERA EXCELENTE!! ANTES MORRIA DE MEDO, AGORA TIVE MEDO DE MORRER DE RIR, ABSURDAMENTE SEM NOÇÃO. APESAR DE TUDO AINDA ME FASCINAM OS EFEITOS DE MAQUIAGEM, SÃO MUITO BONS E SEM CGI QUE ALÉM DE TRABALHO MANUAL ZERO, MUITAS VEZES PARECEM MUITO ARTIFICIAIS. O CONSELHO É IGNORAR O ROTEIRO E PERMITIR SE DIVERTIR COM ESSE ÓTIMO PASSATEMPO, ABRAÇÃO MARCUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: