523 – Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive (1986)

jason-lives-friday-the-13th-part-vi-1986-poster

Jason Lives: Friday The 13th Part VI

1986 / EUA / 86 min / Direção: Tom McLoughlin / Roteiro: Tom McLoughlin / Produção: Don Behrns / Elenco: Thom Mathews, Jennifer Cooke, David Kagen, Renée Jones, Kerry Noonan, Darcy DeMoss

 

Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive é meu segundo favorito da cinesérie. Pronto falei! Por dois motivos: foi um dos que mais assisti durante a infância, tanto em VHS quanto nas reprises da Rede Globo; e também é aqui que ele realmente se dá conta de que não dá para se levar a série e transforma-se em uma acertada paródia de si mesmo.

Outro ponto importantíssimo nesta sexta parte é a mudança no cânone do personagem. Jason Voorhees retorna dos mortos, vira um zumbi indestrutível putrefato e é basicamente essa figura avassaladora que se tornou conhecida dos fãs até seu o término melancólico e tosco da série e sua refilmagem de 2009.

Ignorando quase que completamente o filme anterior, Sexta-Feira – Parte 5 – Um Novo Começo, Tommy Jarvis (Thom Mathews, de A Volta dos Mortos-Vivos) retorna como nêmese do assassino de máscara de hóquei, fugindo do hospício junto com um amigo doidinho só para colocar ponto final em suas alucinações e destruir o cadáver enterrado do psicopata. Acontece que ao enfiar uma lança da grade do cemitério em seu corpo em um acesso de fúria, Jason é trazido de volta à vida, reanimado por um raio que o atinge, ao melhor estilo Frankenstein.

Dobrável

Origami

A verdadeira questão é que Jason estava morto já há um bom tempo (Tommy era um garotinho em Sexta-Feira 13 – O Capítulo Final) e agora já é um adulto, então apesar de não entender muito de biologia, não acredito que o corpo do maníaco estaria intacto daquele jeito depois de tanto anos. Além do mais, se eu bem me lembro Jason foi retalhado em um surto psicótico violento de Tommy no mesmo “capítulo final”, mas aqui ele está inteirão, com todos os quatro membros, e tudo mais.

Jason começa a contagem de cadáveres enquanto faz seu caminho até o acampamento Forrest Green, antigo Acampamento Crystal Lake, mudado de nome para todos os moradores esquecerem aquelas atrocidades cometidas anos atrás. Nisso ele mata o amigo de Tommy, um casal de monitores que atola o fusca no barro, um bando de idiotas jogando paintball na floresta, os demais monitores, os policiais… É uma máquina de matar sem freios usando todo tipo de execução possível e imaginável: lança, facão, asfixia, pescoço quebrado, cérebro espremido com as mãos, chave de fenda, e a sensacional morte do sujeito sendo dobrado em dois.

Enquanto isso, Tommy tenta avisar ao xerife Garris (David Kagen) sobre a ressurreição de Jason, que obviamente não acredita nele e acaba colocando a culpa no mesmo por saber que ele é um paciente mental foragido (deixando completamente de lado o final do anterior onde Tommy assume a identidade do assassino). A filha do xerife, a loira gatinha Megan (Jennifer Cooke) já se sente atraída pelo louquinho e o ajuda na fuga e na caça ao Jason, enquanto eles têm de também proteger as crianças que chegaram para passar o verão no acampamento. A única maneira de deter o zumbi é manda-lo de volta ao lago onde ele “supostamente” se afogou e afogá-lo de novo (com o se afoga um morto-vivo eu não faço ideia, e nem como Tommy descobriu essa teoria jogada ao vento).

Causando acidentes

Surfista de trailers

Pois bem, lida a resenha dessa forma para quem ainda não viu esse capítulo da série que começou há seis anos em Sexta-Feira 13, pode achar que é apenas mais do mesmo, mas não é o caso, porque pelo menos até seu terceiro ato, quando o terror e ação realmente surgem ininterruptamente, Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive é recheado de piadinhas e humor negro. Começa já com a emblemática abertura sacaneando os filmes de 007, com Jason andando sob um fundo preto, virando para a tela e cortando-a com seu facão derramando sangue. GENIAL.

Nisso se seguem diversas sacadinhas, como a cena onde Jason arremessa um dos sujeitos que estão jogando paintball contra uma árvore deixando no tronco um smiley ensanguentado, ou o momento mais suprassumo de todos, quando uma tomada visualiza a criançada dormindo em um dos dormitórios e um garotinho adormeceu lendo “Sem Saída” de Jean-Paul Sartre. Impagável! Além disso, há várias referências ao cinema de terror em nomes e sobrenomes usados no filme, como a Estrada Cunningham (em homenagem ao criador da série Sean Cunningham), a cidade de Carpenter, a loja chamada Karloff’s e a pequena garotinha que tem medo do “bicho-papão que aparece nos sonhos” chamada Nancy.

Definitivamente Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive, muito por conta da sua abordagem e do seu até então recorde em mortes, e uma história bem das mais bacanas, diga-se de passagem, encontrou seu espaço no hall entre os melhores da série (mesmo sendo o primeiro a não ficar no topo das bilheterias em seu final de semana de estreia), e recuperando a imagem péssima que a porcaria que a quinta parte havia deixado. Só que não adiantou muita coisa porque dali para frente, começando pela próxima e horrorosa sétima parte, a franquia foi para o espaço. Literalmente!

Olho na lança!

Olho na lança!

Serviço de utilidade pública:

Compre o DVD de Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive aqui.

Download: torrent + legenda aqui.

 

 

 


Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

0 Comentários

  1. Paulão Geovanão disse:

    Um dos motivos mais esdrúxulos para se ressuscitar o Jason.

  2. Mnasom disse:

    Por incrivel que pareca essa parte 6 passa sempre no telecine action o parte 8 tambem .Na minha opiniao a serie desandou no oitavo filme.To baixando pra rever!

    • Só no oitavo???????

      • mnasom disse:

        Na minha opiniao a partir do oitavo filme a serie desandou,e ainda era da Paramount,quando passou para a Newline estragou de vez Sexta Feira 13. Na verdade tenho os 4 primeiros,nao gostei da trilha sonora desse 6,achei estranha,o legal de Sexta feira 13 tb esta na trilha Sonora e no lago cristal.rs
        Andei lendo algo por ai que a Paramount pretende voltar com a cineserie em 2016.

        • Entendi… É que para mim do sétimo para frente já desanda… Pois é, já ouvi que será um found footage (ARGH!), ou uma série de TV… Temos que aguardar novidades sobre um nova ressurreição do Jason.

  3. Paulão Geovanão disse:

    Somente o primeiro é muiiiito boooom! Os outros são apenas medianos

  4. Marcus Vinícius disse:

    Foi o primeiro filme do Jason que eu assisti. Meio sem noção, mas vale a prna pelas piadas. Depois vi a parte 8, que até conserva o humor do sexto, e finalmente o primeirão no MAX.

  5. luiz beagle disse:

    eu gosto muito da parte 7 por vários motivos: é o ultimo sexta feira 13 de raiz, ocorrendo em cristal lake, temos o melhor visual de jason totalmente carcomido com a coluna aparecendo, fora que nesse filme jason ta virado no samurai matando das maneiras mais bizarras e violentas possiveis entre elas a famosa morte do saco de dormir, a série desandou na parte 8….

    • Caras… Tem uma mina com poderes telecinéticos na parte 7…. #prontofalei… hahahahahahah

      • luiz beagle disse:

        já teve a oportunidade de ver o making of da parte 7? tem ele legendado no you tube,era para ter sido o filme mais violento de toda a série mais foi o que mais sofreu com a censura para não pegara classificação X,ele é bem interessante vale a pena conferir e dar um desconto e ver a decepção de todos com a censura..

        • Entendo seu apreço pela matança e violência, mas é só mais do mesmo. A história é tosca com UMA MINA COM PODERES TELECINÉTICOS QUE CHAMA O PAI DO FUNDO DO LAGO PRA LEVAR O JASON EMBORA!!!! Hahhahahaa… Mas citarei seu fervor pela sétima parte quando resenhá-lo e falarei da sua dica do making of!

      • Cinéfilo disse:

        Agora deixando o gosto pessoal de lado: uma menina com poderes mentais é mais tosco e absurdo que um assassino superpoderoso que ressucita? Melhor então avacalharmos todo o gênero do terror, não? Esse 7 pelo menos acrescentou uma desculpa mais criativa e pessoal para trazê-lo de volta do que “um raio”.

  6. […] que a quarta parte foi batizada de Sexta-Feira 13 – O Capítulo Final). Ainda que o anterior Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive seja dos mais bacanas da cinesérie, falando o português claro, essa sequência é uma verdadeira […]

  7. […] pela avalanche de críticas que a franquia rival recebeu e tratou de trazer Jason de volta em Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive, vetou o roteiro e arrumou um jeito de Michael Myers continuar sendo o vilão da vez em mais uma […]

  8. […] grande papel no cinema – RÁ) feita por Gabriel Bartalos, assistente de maquiagem de filmes comoSexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive e Do Além, e membro da equipe de Rick Baker em Gremlins 2 – A Nova Geração e de Darkman […]

  9. Carina Lima disse:

    Ola!!! Gostaria de parabenizar pelo trabalho incrível que vc faz aqui. Muito bom mesmo!
    PS: Quando baixo esse arquivo a legenda vem de Jason part V e não VI.

  10. […] 13 é excelente até O Capítulo Final e depois Jason Vive também é ótimo. A Hora do Pesadelo tem o querido Os Guerreiros dos Sonhos e o incrível O Novo […]

  11. […] vítimas? Lembra da garota peladinha no bote em Sexta-Feira 13 – O Capítulo Final? Ou então o Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive onde ele ainda continua tretando com o Tommy no fundo do Lago Crystal, sem ficar paralisado de […]

  12. […] (Sexta-Feira 13 – Parte 5 – Um Novo Começo), “Aladdin Sane” (Sexta-Feira 13 – Parte 6 – Jason Vive) e “Birthday Bash” (Sexta-Feira 13 Parte 7 – A Matança […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: