697 – Do Fundo do Mar (1999)

936full-deep-blue-sea-poster

Deep Blue Sea

1999 / EUA, Austrália / 105 min / Direção: Renny Harlin / Roteiro: Duncan Kennedy, Donna Powers, Wayne Powers / Produção: Akiva Goldsman, Tony Ludwig, Don MacBain, Alan Riche; Rebecca Spikings (Coprodutor); Patrick Lynn, Thomas J. Mack (Produtores Associados); Bruce Berman, Duncan Henderson, Jonathan Schwartz (Produtores Excecutivos) / Elenco: Thomas Jane, Saffron Burrows, Samuel L. Jackson, Jacqueline McKenzie, Michael Rapaport, Stella Skarsgard, LL Cool J.

 

Acho que Do Fundo do Mar é o melhor filme de tubarões desde Tubarão de Spielberg. Tá certo que o peixe voraz nunca mais foi bem tratado nas telas grandes, isso temos que concordar. Tá certo também que não estou contando o clássico dos clássicos, O Último Tubarão de Enzo G. Castellari, trasheira classe A dos bons tempos da Sessão das Dez.

E olha que Do Fundo do Mar tá longe de ser um bom filme ou algo do tipo. Gosto pela bagaceira pomposa mesmo, tendo em vista que aqueles tubarões em CGI estão realmente porcos em um bocado de cenas. Mas ao mesmo tempo, quando eles resolvem usar animatrônicos, em compensação, os tubarões estão bastante críveis, dinâmicos e assustadores.

É muita ambiguidade esse filme, uma vez que os atores também são péssimos, tem o LL Cool J, é dirigido pelo picareta Renny Harlim, ele tem cara de filme que caiu como luva no Tela de Sucessos do SBT, onde foi exibido à exaustão, tem um monte de clichês, frases de impacto, de situações inverossímeis e forçadas, mas por diabos, são tubarões inteligentes caçando e matando pessoas presas em uma estação subaquática que está preste a afundar. Não dá para não gostar disso, nem nos seus piores dias!

NHAC!

NHAC!

E foi só comigo ou desde a primeira vez que assisti a Do Fundo do Mar, imaginei que Thomas Jane seria um ótimo Aquaman, até fisicamente falando? Não o Justiceiro, raios!!!! E não também o Jason Momoa, vai. Enfim, elucubrações sobre personagens da DC Comics a parte, na trama, a Dra. Susan McCallister (Saffron Burrows) está pesquisando uma cura para o Alzheimer em uma instalação aquática isolada no meio do oceano, estudando extrair uma enzima cerebral dos tubarões. Depois do incidente quando um dos peixes escapa e quase mata alguns banhistas, o projeto todo pode ir para o ralo e então a equipe terá um final de semana para obter resultados, sob escrutínio do acionista milionário Russell Franklin (Samuel L. Jackson).

Só que para isso, a inescrupulosa Susan e o brilhante Dr. Jim Whitlock (Stellan Skarsgard) violaram uma cacetada de leis e acordo bioéticos aumentando o cérebro dos tubarões cobaias, para que eles dobrassem de tamanho e assim pudesse ser extraído mais líquido para esse experimento. Como contraindicação, os bichos ficaram inteligentes, estrategistas e tudo mais. Eis que coincidentemente naquela noite vai rolar uma tempestade tropical que irá deixa-los isolados do resto da humanidade e de qualquer socorro e os tubarões irão bolar um estratagema para afundar o local e assim poderem escapar para o oceano. E claro, caçar os ali aprisionados para fazer uma boquinha.

Um detalhe bem bacana que NUNCA havia me atentado e só depois de fazer as minhas pesquisas para escrever sobre o filme aqui no 101 é que a morte dos três tubarões são exatamente as mesmas dos três filmes da franquia Tubarão: um deles explode, como em Tubarão, outro é eletrocutado, como em Tubarão 2 , e finalmente, incinerado como em Tubarão 3. Legal, né? Ou não, sei lá.

Enfim, assisti Do Fundo do Mar nos cinemas e sou vidrado em tubarões, como acho que alguns de vocês que acompanham mais avidamente o blog devem saber, tendo o seminal longa de Steven Spielberg como o filme da minha vida. Então quanto mais desses animais eu assistir comendo gente, de uma forma minimamente decente, claro, nada de Sharknado ou todas aquelas aberrações da Asylum (tubarão com polvo, piranha, dinossauro, etc), está valendo.

Aquaman?

Aquaman?

Serviço de utilidade pública:

O DVD de No Fundo do Mar está atualmente fora de catálogo.

Download: Torrent + legenda aqui.


Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

0 Comentários

  1. Matheus L. CARVALHO disse:

    Isso aí, Marcão!
    Além de ser o melhor filme de tubarão do final do milênio, DO FUNDO DO MAR é a última “Jaws Rip-off” de verdade! E a última divertida também!
    Não preciso dizer que o Clássico do Spielberg teve vários filhos bastardos por aí, alguns confusos, outros SUPER DIVERTIDOS, como o já citado “O Último Tubarão” (1981), que, aliás, é a minha Rip-off favorita! Claro, outras – também legais – surgiram antes, como “Tintorera” (1977) e “Mako – O Tubarão Assassino” (1976), e depois.
    Mas, DO FUNDO DO MAR é o filme que fecha com chave de ouro o ciclo das verdadeiras Rip-offs.
    Assim como você, eu assisti ao filme no cinema com meu irmão e minha mãe – detalhe, nós éramos CRIANÇAS – e me diverti pra c—! E hoje, eu tenho o filme em DVD, e assisto sempre que eu quero, e me divertido ainda mais! O filme é repleto de cenas memoráveis, TODAS envolvendo os tubarões – concordo, os animatrônicos são MUITO melhores que os CGIs – destaque pra aquela cena absurda e engraçada do Samuel L. Jackson, que nos pegou de surpresa no cinema!
    Além disso, o filme é absolutamente sufocante e claustrofóbico!
    Só não entendi quando você disse que um dos tubarões morre incinerado, como em “Tubarão 3” (1983), uma vez que a fêmea-vilã morreu com uma explosão interna. Não entendi…
    Enfim, mais uma vez, dou-lhe meus parabéns, porque, DO FUNDO DO MAR é um filme legal pra c—! E, vale lembrar, a ÚLTIMA JAWS RIP-OFF DE VERDADE!!!!!!!!!!!!!

    Abraço.

  2. Papa Emeritus disse:

    Também vi no cinema. Acho um filme bem legal. Um dos últimos filmes legais de tubarão no cinema, talvez o último (não vi todos que vieram depois, só alguns). E cara, eu nem tinha parado pra pensar que Thomas Jane seria um ótimo Aquaman. Eu achei aquele filme do Justiceiro de 2004 horrível, mas depois o Thomas Jane se redimiu com “O Nevoeiro” (que provavelmente você deve colocar aqui na lista, né?).

  3. Eu vi essa bagaça e gostei. O final foi bem atípico, fugindo do batido “mocinho salva mocinha e ficam juntos no final.” A propósito, Marcos, vais falar de A Tempestade do Século? Sei que ele tá mais na linha do drama que do horror, mas é legalzão, diga lá. xD

  4. Andrigo Mota disse:

    bem filme sessao da tarde, tipo….meia boca mesmo…se vc nao tem nada pra fazer da vida, veja isso..ahahaha

  5. Cara, não sei se você assistiu, mas tem um tal de “Bait” de 2012 que, por ser muito subestimado, poucos conhecem. É bem interessante e até inteligente.

  6. andre dias disse:

    sinceramente eu assisti sabe que é da pra passar o tempo, so tem alguns cenas meio ridiculas tipo aquela que o tubarão nada pra traz isso foi comico, e a parte que o samule ll jackson é devorado pelo tubarão bem falho aquela parte, mas o filme é legal quebra galho da pra se divertir umpouco, vlw galera abçs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: