HQRROR #17 – Estranho Beijo

Tem uma cobra na minha bota! Ou seria um lagarto…?


Lagartos, suicídios, sociedades secretas, deuses esquecidos ameaçando a humanidade e poderes desencadeados através de magia sexual. Tudo isso em uma história só pode gerar algo pelo menos bom, não é? Nem sempre.

A história de Estranho Beijo é no mínimo familiar: Um assassinato, seguido de suicídio acontece no meio de uma cidade americana. Enquanto isso, um agente especial aposentado das forças inglesas é hospitalizado depois de ter se envolvido com um rapaz que parece tê-lo “engravidado”. Toda essa estranheza parece ter relação com um culto que busca trazer ao mundo uma criatura ancestral.

 Eu sei o que você está pensando: “Eu já ouvi isso em algum lugar…”. De fato. O roteiro de Estranho Beijo é interessante, mas peca pela ausência de originalidade. Durante a sua leitura, a todo instante somos assaltados com a ideia de que todo aquele mundo, que está sendo apresentando, é nosso velho conhecido. Hellblazer e Neonomicon são as mais imediatas referências que nos atingem.

estranho-beijo-pc3a1gina-2

Isso é um problema? Também não. A grande problemática é que para buscar compensar essa ausência de argumentos originais, a HQ tenta nos chocar com o realismo de suas ilustrações. Isso não é um defeito por si só, muito pelo contrário. Os traços são lindos e nos levam à reação de repulsa pretendida.

Entretanto não consigo deixar de enxergar isso como uma busca de compensação de um roteiro “mais ou menos”.

Outro ponto negativo é a extensão do quadrinho. Muito curto. Somos atirados em um universo que possuí toda uma dinâmica própria, mas não temos tempo de nos afeiçoarmos a ele. Tudo é muito corrido e se espera que o leitor simples goste de tudo aquilo devido a essa complexidade ou a riqueza de detalhes das ilustrações.
strangekiss3

Talvez com mais umas duas dúzias de páginas e uma apresentação um pouco mais extensa dos personagens e daquele universo do álbum conseguisse alcançar a impressão no leitor pretendida.

Se você possui outras leituras para fazer e já conhece os trabalhos que citei no começo da resenha, não se culpe por colocar Estranho Beijo de lado. 

Warren Ellis é um autor inglês que produziu desde histórias em quadrinhos até trabalhos televisivos. Sua mais notória obra (na opinião desse que vos fala) é Transmetropolian, onde ele aborda temáticas sociais complexas como o transhumanismo e espionagem industrial.

O ilustrador Mike Wolfer é desenhista e escritor de quadrinhos. Wolfer trabalhou em adaptações para os quadrinhos de obras cinematográficas e literárias. Algumas dessas adaptações, que ganharam destaque para os fãs do horror, são A Noite dos Mortos Vivos e Sexta-feira 13.

 Ficha Técnica :

 Estranho Beijo – 2003

 Roteiro: Warren Ellis

 Desenhos: Mike Wolfer

 Editora: Pandora Books Editora

Estranho-Beijo-página-1


Tauami de Paula
Tauami de Paula
Estudante de Letras e de Filosofia, esse apreciador do absurdo e do inexplicável sempre encontrou mais sentido na arte do que na vida. Sendo raramente visto fora de casa, passa os dias lendo, escrevendo e criando teorias sobre tudo aquilo que não entende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: