HQRROR #52 – O Homem da Capa Preta

Um belo resgate da nossa longa tradição oral de histórias de terror

Um dos grandes nomes do quadrinho nacional de terror atual, o quadrinista paulistano Kiko Garcia é mais conhecido por suas histórias curtas para a antologia Catacumba. HQ que ele mesmo criou, escreve, desenha, edita e publica através de seu selo, o Kikomics. Dono de um traço particular, visceral e marcante, Kiko também ilustrou a graphic novel À Moda da Casa, com roteiros de Júlio Wong, publicada pela Editora Estronho, sua primeira HQ mais longa.

Porém é com seu novo gibi, O Homem da Capa Preta, que Kiko se consolida com um autor que tem fôlego para contar longas histórias e merece ser acompanhado de perto. O enredo mostra um grupo de amigos que possui uma estranha tradição: desafiar um ao outro em disputas pra lá de absurdas para descobrir qual deles é o mais corajoso. Aos poucos, estes desafios se tornam uma obsessão perigosa para os companheiros que podem acabar descobrindo da pior maneira que no fundo, todos temos medo de alguma coisa.

Contada através dos relatos de um destes amigos, já velho, durante uma viagem de trem, O Homem da Capa Preta adquire contornos dos melhores causos contados por meio de gerações nas varandas das casas dos avós pelo interior do Brasil. Não à toa, o gibi é dedicado ao avô do quadrinista, que o iniciou nos entremeios do horror ainda criança.

O traço de Kiko, todo em alto contraste e grandes áreas de preto, dá à arte do gibi um tom de xilogravura que complementa o aspecto regional e cheio de brasilidade da história, ainda que modernizado por uma pitada de quadrinho underground muito bem-vinda. A história, com mais cenas externas, permite maior liberdade e quadros mais arejados. A evolução de seu traço e narrativa ficam evidentes pela maneira como o autor posiciona o quadro e os elementos em cena, em comparação com algumas de suas histórias iniciais, mais carregadas.

A edição está lindíssima em formato europeu com sua capa minimalista em preto, branco e azul. O papel ofsete de alta qualidade no miolo ressalta os contrastes em preto e branco da arte interna. Para aqueles que apreciam conhecer mais sobre como uma obra é concebida, a edição ainda contém alguns extras como esboços e estudos de personagem. É impressionante notar como a democratização dos meios de impressão tem subido a régua da produção gráfica dos quadrinhos independentes.

O Homem da Capa Preta é um gibizão com aquela cara de causo que nos transporta direto pra infância, ouvindo as histórias dos nossos avós enquanto nos borrávamos de medo antes de dormir. Mais do que uma obra carregada de nostalgia e saudosismo, um resgate histórico da nossa tradição oral de histórias de terror. Pra ler, reler, memorizar e contar para nossos netos daqui alguns anos.

Compre o seu direto com o artista aqui.

Ficha técnica:

ISBN: 978-8592429614

Páginas: 84 (preto e branco)

Formato: 21 x 28 cm

Autores: Kiko Garcia

Preço de capa: R$ 40,00


Rodrigo Ramos
Rodrigo Ramos
Designer, roteirista da HQ Carniça, coautor dos livros Medo de Palhaço e Narrativas do Medo. Fã e pesquisador de quadrinhos e cinema de horror. Tem mais gibis em casa do que espaço pra guardar e tempo pra ler, mas quem nunca?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: