HQRROR #59 – Delirium Tremens de Edgar Allan Poe

Antologia nacional pra celebrar com toda pompa e garbo os 210 anos do pai da ficção policial.


Nascido em 19 de janeiro de 1809, Edgar Allan Poe pode, sem sombra de dúvidas é considerado um dos maiores escritores americanos de todos os tempos. Poeta, editor, crítico literário e escritor, Poe foi o primeiro autor a tentar viver só de seu oficio literário e ao longo de pouco mais de vinte anos produziu algumas das obras mais celebradas do gênero fantástico, sendo considerado o pai da ficção policial.

Após uma vida breve e intensa, Poe deixou este mundo em 07 de outubro de 1849 de maneira tão misteriosa quanto seus escritos, em uma tradução literal do ditado “a vida imita a arte”. Quatro noites antes, Poe foi encontrado vagando pelas ruas de Baltimore usando roupas que não eram suas e em estado de delirium tremens, um tipo de psicose que acomete dependentes de álcool em períodos de abstinência total. Foi levado a um hospital onde morreu alguns dias depois de causas desconhecidas.

Arte de Erick Pasqua.

Toda esta mítica em torno de um dos maiores gênios da literatura fantástica de todos os tempos, além da qualidade inegável e da relevância incontestável de seus trabalhos, o torna matéria prima infinita para adaptações cinematográficas e em quadrinhos de sua vida e obra. O mais recente representante da nona arte a buscar inspiração em Poe é Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, da Editora Draco. Lançada durante a CCXP 2018, a HQ é uma antologia em quadrinhos totalmente nacional que, ao contrário do que ocorre na maioria destas adaptações, não traduz de forma literal contos de Poe, mas se inspira em seus conceitos, temas e histórias para criar algo novo, moderno e assustador.

Ao longo de suas 184 páginas, coloridas diga se de passagem, o coven de autores malditos selecionados por Raphael Fernandes mergulha fundo nas águas negras da mente perturbada de Poe para trazer à tona algumas das histórias mais perturbadoras publicadas pela editora. Delirium Tremens segue o padrão editorial das outras antologias inspiradas na literatura da Draco como O Rei Amarelo em Quadrinhos e O Despertar de Cthulhu em Quadrinhos, mas com o diferencial do formato, agora em cores e em capa dura.

Arte de Ioannis Fiore.

 

Ainda que algumas histórias possam agradar mais uns do que outros, a seleção é bem homogênea, com uma boa variedade de temas. O destaque vai para In Articulo Mortis, com roteiros de Larissa Palmieri e arte de Má Matiazi, sobre um sujeito que prende sua namorada após a mesma perder a perna em um acidente; O Insólito Caso de Vossa Excelência Deputado Mendes, com roteiro de Gabriel Correia e arte de Ebá Lima, sobre um político que recorda sua vida asquerosa e como ela o levou até aquele momento paralisado no chão de seu apartamento esperando a morte; e Butim, com roteiro de Raphael Fernandes e arte de Tiago Palma, que é basicamente uma história sob o ponto de vista de um defunto.

Delirium Tremens inaugura a coleção “Autores Malditos” da Editora Draco com uma promessa de que seja tão boa quanto a sua “Trilogia das Cores”. A adição das cores e a capa dura, com arte belíssima do Daniel Canedo, com sobrecapa, acrescenta aquele aspecto de biblioteca bem apropriado para a coleção. O único problema talvez seja o preço, que pode afastar leitores curiosos, mas nada que uma boa promoção em lojas virtuais não resolva.

Vale a pena adicionar esta HQ à sua estante e celebrar os 210 anos de um dos maiores escritores de todos os tempos com quadrinho nacional de qualidade. Leia a luz de velas, de preferência durante uma noite chuvosa. E se no meio da noite ouvir algo bater na sua janela, não abra!

Nunca mais!

Ficha Técnica
Título: Delirium Tremens de Edgar Allan Poe
Roteiros: Dana Guedes, Murilo Zibetti, Antonio Tadeu, Larissa Palmieri, Airton Marinho, Gabriel Correia e Alexey Dodsworth
Arte:  Erick Pasqua, Eder Santos, Ioannis Fiore, Má Matiazi, LuCas Chewie, Ebá Lima, Flávio L. Maravilha,Tiago Palma e Daniel Canedo (capa).
Editora: Draco
Páginas: 184 páginas
Formato: 17cm x 24cm
ISBN-13: 978-8582432600
Preço: R$ 79,90

Arte de Daniel Canedo para Delirium Tremens.


Rodrigo Ramos
Rodrigo Ramos
Designer, roteirista das HQs Carniça e Lama, coautor dos livros Medo de Palhaço e Narrativas do Medo 1 e 2. Fã e pesquisador de quadrinhos e cinema de horror. Tem mais gibis em casa do que espaço pra guardar e tempo pra ler, mas quem nunca?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: