OST #16 – O Enigma de Outro Mundo

Quem poderia ser o cara pra segurar uma trilha sonora à altura do filme O Enigma de Outro Mundo, que não o próprio mestre, John Carpenter? Ennio Morricone, claro!

Com o título De “Il Maestro” (O Maestro), Ennio Morricone, considerado o maior compositor vivo da história do cinema, se tornou uma lenda cujo trabalho foi muito além do deserto de Almeria (Por uns Dólares a Mais) e as águas tumultuadas das Cataratas do Iguaçu (A Missão). Muito requisitado por cineastas de todo mundo, graças a sua gama de estilos e versatilidade, Il Maestro não se limitou somente ao cinema, mas criou algumas peças para o rádio e teatro juntamente com extensas incursões em música absoluta e aplicada.

Mestre em seu ofício, ele entrelaça estilos contrastantes para produzir algumas das músicas mais sublimes dos nossos dias. Responsável pela composição de mais de 500 trilhas para filmes e programas de TV, o ganhador de vários prêmios importantíssimos, entre eles o Globo de Ouro e o Oscar em 2016 pela trilha sonora de Os Oito Odiados do diretor Quentin Tarantino, também foi o responsável pelo sucesso da trilha sonora do filme O Enigma do Outro Mundo.

Esta tida como a obra prima do gênero, teve até seu relançamento anunciado em 2016 pela gravadora Waxwork.  O vinil de 12 polegadas conta com versões originais das músicas de Morricone e lançamentos posteriores com versões mais sintetizadas, afinal, desde 1982, quando o filme estreou, até 2016, muitos estilos novos foram lançados e caíram no gosto musical mundial. Então nada melhor do que renovar para ganhar!

O compositor chegou a escrever para O Enigma de Outro Mundo, uma trilha de Orquestra inteira e uma faixa para sintetizador que era o que o diretor John Carpenter já estava mais habituado, portanto a versão orquestrada foi deixada para trás para dar lugar ao tema monocórdio e cheio de synth que conhecemos. Inclusive, ter Morricone, e não Carpenter, criando a OST de seu filme, como havia se tornado um hábito, foi uma imposição da Universal Pictures.

Uma pena, pois ao ser utilizada por Tarantino em Os Oito Odiados levou Morricone a faturar o careca dourado.

Vida longa ao “Il Maestro!”


Val Vallone
Val Vallone
Paulista, professora de inglês, foi apresentada aos primeiros filmes de terror por sua mãe ainda criança, apaixonando-se por Christopher Lee, Peter Cushing e Bela Lugosi. Quando adolescente, conheceu o universo dos games e também os incluiu em suas prioridades de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: